Pesquise Aqui

quinta-feira, 8 de dezembro de 2016

A "Praça dos Três Puteiros" em Brasília, está em Festa!

O
s(as) seis ministros(as)[1] do Supremo Tribunal Federal (STF) que mais uma vez livraram a cara do Presidente Renan Calheiros (PMDB), o qual é réu no próprio STF e ainda responde a pelo menos uma dezena de outros processos, das mais diversas qualidades, usaram a seguinte interpretação (parafraseando): de que ele (Renana Calheiros) seria impedido de assumir a presidência da república, já que é o segundo na linha sucessória, mas não estaria assim impedido de continuar sendo o presidente da casa e decidindo os rumos[2] do país. Alguns chegaram a dizer que isso não aconteceria, pois, caso o presidente [golpista] Michel Temer (PMDB) tivesse que se ausentar por algumas semanas, o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM), assumiria.
Mas será que isso não aconteceria mesmo? Neste caso, nós precisaríamos apenas de um(a) vidente, não do julgamento faz de conta e nojento realizado pelo STF na tarde desta quarta-feira, dia 07 de dezembro de 2016.
Ora, acidentes acontecem; imprevistos também... E suponhamos que num desses, o presidente [golpista] Temer e o presidente da Câmara dos Deputados precisem se ausentar, Renan assumiria automaticamente a presidência da república, qual seria então a “nova” meia sola, o “novo” me engana que eu gosto, que o STF empenharia?
Por fim, os(as) ministros(as) ainda fizeram como aqueles pais bobocas que prometem dar palmadas nos filhos quando eles fazem travessuras: Renan Calheiros desrespeitou a justiça; foi um menino mal, não recebeu o papelzinho (a liminar , o que é isso...?); merece ser castigado, vamos tirar a TV e o Vídeo Game dele; na próxima vez vai apanhar, ai, ai, ai...
O que sobra, o que fica de real, é que cada vez mais temos a triste certeza de que um verdadeiro circo político está armado[3] em nosso país, respaldado pela imprensa, pela própria justiça e pela maioria dos parlamentares, no qual o povo brasileiro é o palhaço; o pato; o bobo da corte...
JaloNunes.
Imagem copiada de: Blog do Esmael
Copiada de: palmas aqui



[1] Celso de Melo, Teori Zavascki, Luiz Fux, Dias Toffoli, Ricardo Lewandowski e Cármem Lúcia.
[2] Por rumo entende-se, o caminho do bem e o caminho do mal.
[3] E eu não estou falando apenas do governo do PT que permitiu o escancaramento da corrupção, pois isto vem desde a época dos coronéis (e de coronelismo eu penso que percebo), eu me refiro uma força hegemônica e elitista que vitimiza direitos conquistados pelos cidadãos, desrespeita o valor atribuído ao voto, desmerece a voz do povo, prioriza convenientemente as informações a serem difundidas... Ah, por fim, gostaria de afirmar que a liberdade de imprensa (atribuída a imprensa) é uma farsa! E outra: dizem que, quem rir por último, rir melhor...

Sem comentários:

Enviar um comentário